O que é o Vandativismo

Vandativismo não é vandalismo. Não somos um movimento que apoia a destruição pela destruição. Destruimos, incendiamos ou vandalizamos somente aquilo que consideramos abusivo. E não nos pautamos apenas em opiniões pessoais. Estamos respaldados pela Lei Eleitoral.

Todos os nossos atos – principalmente os que envolvem fogo – foram executados de forma segura consciente. Ninguém ficou ferido e nenhuma propriedade que não estivesse na ilegalidade foi danificada em nossos atos. Destruímos apenas o que serve de barreira na construção de uma sociedade mais transparente, consciente de suas leis e, acima de tudo, ativa. Vandativistas só destroem para construir

Um abraço,
Grupo Vandativista

31 respostas para O que é o Vandativismo

  1. Não apoiar ou apoiar a “destruição ela destruição” MAS destruir o que um grupo queira é, por definição, fazer o mesmo que Hitler, Lula, Chávez, Stálin e outros fascínoras fizeram. Eles não destroem/destruiram por destruir, e sim destroem/destruiram “somente aquilo que consideramos abusivo”.

    Podem acessar meu site e ver que eu desejo enfrentar os esquerdopatas de todas as maneiras possíveis, mas dentro do “espírito de legalidade”.

    Pensem nisto.

    Cavaleirodo Templo

    • vandativismo disse:

      Eles não estavam respaldados pela lei, apenas em calcados em crenças pessoais. Quem considera abusivo o comportamento dos deputados é a Lei Eleitoral n° 12.032 e não o coletivo. Isso já foi muito bem pensado. Obrigada.

      • Sarcasticus Mi01 disse:

        Parabéns pela iniciativa, mas… falando assim, fica parecendo que vocês acreditam que todas as leis estão corretas. Só porque é lei, não é certo. Nem tudo que é certo é lei. E algo me diz que vocês sabem disso.

  2. Apoio disse:

    Apoio a idéia pois acredito que a sociedade só muda depois do caos e catastrofes.
    As revoluções exemplificam muito bem minha afirmação. A revolução industrial nos trouxe mudanças importantissimas no processo produtivo em nível econômico e social.
    O Muro de berlim é outro exemplo de mudança pelo caos pois durante uma onda revolucionária que varreu o Bloco de Leste, após várias semanas de distúrbios civis o governo da Alemanha Oriental anunciou que todos os cidadãos da RDA poderiam visitar a Alemanha Ocidental e Berlim Ocidental. Multidões de alemães orientais subiram e atravessaram o Muro, juntando-se aos alemães ocidentais do outro lado, em uma atmosfera de celebração.
    Existem varios outros exemplos que mostram que a mudança só ocorre depois que ja não ha quase esperança.
    Vamos mostrar que ainda há esperança vandalizando o que deve ser vandalizado julgado pelas leis. Se as autoridade não fazem ou demoram pra fazer, façamos nós!!
    Acredito que também existem “leis” para a “Justiça com as proprias mãos”; o bom senso e a responsabilidade devem ser as bases.
    Força!

  3. Perfeito, entendo. Mas queimar material alheio, mesmo em vias públicas, estaria respaldado por qual lei?

    Abraços

    CT

    • @chicaomar disse:

      A lei do “Eu faço alguma coisa pelo meu pais, seu bosta que só reclama e não tira a bunda da cadeira!”

      =]

      and have a nice day!

      Apoio total a causa e se tivesse contato com vcs, iria junto nos rolês!

      abraço

  4. tREZE disse:

    Não existem meios seguros e conscientes de queimar coisas em público, esse tipo de coisa é considerada crime de perigo abstrato. Dessa forma, é contra lei.
    Mas que é dahora é !
    auhaua

  5. Jonas Piles disse:

    Doce ilusão de que irá mudar algo… aham…

    Esteja uma vez dentro de uma equipe que promove uma campanha e entenda uma coisa… quanto mais placas vocês retirarem por estar infrigindo a lei, mais grana nossa eles irão gastar pra fazer novas placas.

    É apelativo e, talvez funcione em um primeiro impacto.. mas, repito, doce ilusão achar que eles estão preocupados ou que centenas de pessoas vão fazer o mesmo e que o abuso dos candidatos irão parar. Maldito engano nosso, e bendito desvio e super faturamento de campanhas políticas. Você está nos fazendo gastar duas vezes a cada placa que ateiam fogo.

    Pensem numa abordagem mais inteligente, já que dominam tão bem as leis.

    Agora, se eu fosse um dia com vocês, ia curti pra caralho. haha

    abraços e, boa sorte na empreitada.

    • Maria disse:

      Jonas, por pensar assim é que o brasileiro não faz bosta nenhuma para mudar o que não concorda. Vê toda a ladroagem que está rolando solta neste país e fica com a bunda no sofá pensando que não pode fazer nada pra mudar.
      Você acha que não adianta nada mas queria ir junto só pra botar fogo, isso é vandalismo, “destruir por destruir”… ¬¬’

  6. Elaine disse:

    É uma atitude inspiradora, mas não traz muitos benefícios imediatos, pois para cada placa destruída serão colocadas duas no lugar.

    Apesar de ser uma forma de protesto não violenta que atiça a consciência de qualquer um, seria interessante vocês unirem seus ideais e esforços com movimentos mais produtivos para o sociedade, como o Movimento Zeitgeist: http://www.mzbr.com.br

    Abraços e continuem protestando!

  7. miJONAS disse:

    quebrar tudo beleza, mas queimar é perigoso demais!!

    além de fazer xi xi na cama!

  8. Aleh disse:

    Acho a idéia genial. Espero que ela vá além da época eleitoral, porque sabemos como tem coisa errada pelo Brasil, e grupos como vocês podem fazer a diferença! Radicalizar para serem ouvidos, essa ideia pega!

  9. Slicer disse:

    Crescimento pelo caos. Construção pela destruição. O bem através do “mal”. É isso que o Vandativismo representa.

    Assim que eu conseguir uma câmera, mostrarei minhas atitudes por aqui. É necessário que, em todos os bairros de todas as cidades, pelo menos uma pessoa seja um Vandativista. Assim, o país inteiro (ou, pelo menos, grande parte) saberia em quem NÃO votar.

    Avante, Vandativistas!

    • vandativismo disse:

      Slicer,

      Você é dos nossos. Dividimos as mesmas idéias. É um abuso completamente desnecessário, destes candidatos que querem apenas o seu voto. Como alguem pode respeitar alguma lei, se já na campanha já a viola. Faça isso Slicer, mostre que também você quer mudar. Mande o vídeo, ficaremos felizes em compartilhar com todos.

      Um abraço
      Grupo Vandativismo

  10. Mister Lemois disse:

    Gostei da atitude! Fico puto da cara com esses politicos fanfarrões que enchem as ruas de placas!
    Gostaria de saber em que situações posso dar fim nelas… É tipo, na grama, calçada essas coisas?
    Aqui em Cwb tem muito disso

  11. Violeta disse:

    Vandativismo……………..vcs est’ao num caminho mais que revolucionario……..contem comigo!!!!!!!!!!!!!

    Parabens pela Justica!!!! wuhuuuuuuu viva a verdade!

  12. Ah que bom seria se tivesse um grupo desses aqui em Londrina-PR…
    semana passada um rapaz foi preso por atear fogo nuns cavaletes de um conhecido corrupto daqui, o Belinati (vulgo Beligato).
    E os candidatos continuam emporcalhando a cidade e ninguém faz nada.

  13. Manuel RJ disse:

    Ao grupo Vandativismo
    Assisti ao video no UoD e achei o máximo…passada a euforia de desejar estar fazendo o meso, percebi que esse movimento pode e talvez até deva expandir suas ações e visões para além da esfera política…imaginei um movimento com ações sistemáticas e frequentes no sentido de dedurar e até “corrigir” rsrs algumas incongruências de nosso país…
    estarei acompanhando vcs…
    um enorme abraço a todos

  14. Ana disse:

    Totalmente apoiado

    Devo dizer que ha um tempo passei a fazer algo do tipo. Não suporto mais ver essas placas no meio do caminho. E devo dizer que aqui em Santos a situação é intolerável. Não vemos um centímetro de calçada livre. CHUTO MESMO

    fiquei feliz quando descobri mais gente que faz isso.

    mandem-me um email! =)

  15. joao disse:

    Destruir ou vandalizar propaganda eleitoral é crime. Lembrem disso.

  16. Thiago disse:

    Ótimo movimento.

    É um absurdo o que esses políticos fazem em época de eleição, no dia da eleição.. tanto no primeiro turno, quanto no segundo .. minha cidade ficou um lixo, com as calçadas cobertas de panfletos, totalmente COBERTAS, muitas nao dava nem pra ver o chao onde pisava de tanto panfleto, fora a sujeira na cidade, os babões de cargo comissionado saindo pela rua, gritando, buzinando …

    Eu vi várias placas dessas em minha cidade, tavam em um lugar fudido.. no canteiro central da pista.. eu nem sabia dessa lei…

    parabens pela atitude ..

    aos que acham q essa atitude não muda nada, é do jeito que vocês pensam .. que não muda nada.

    se cada um pensasse em fazer sua parte, e nao ficasse com os braços cruzados. Muita coisa mudaria.

  17. LöN Plo disse:

    Existe apenas um sistema político, uma religião. Imaginar que o mundo oferece variedade para todos os gostos é ter a mesma perspicácia de um néscio que assume que duas pessoas jogam jogos diferentes apenas porque uma move peças negras e outras vermelhas num mesmo tabuleiro de gamão.

    Democracia, monarquia, feudalismo. Anarquia. Onde está a resposta? Formas de organizar. Mesmo a anarquia se prende a um sistema político. Ordenar. Reorganizar.

    Hieros Arkho – Sagrado Liderança

    A palavra foi usada a primeira vez de forma impressa por Dionísio Areopagita – pseudo Dionísio – como título de seu Hierarquia Celeste. O exército segue uma hierarquia, o governo, os donos do dinheiro.Famílias, escolas. E as pessoas falam de um estado laico? O papa precisa abençoar um estado para ele ser de fato laico?

    Comida enlatada, moradias pré-fabricadas, ensino supervisionado, as crianças aprendem a falar puta e merda antes de sequer lerem essas palavras escritas. Existem pessoas que aprendem a ler buceta e caralho décadas antes de ver isso de perto. Ordem enlatada, livre arbítrio enlatado, liberdade enlatada.

    A única chave para a libertação é magia.

    Anarquia permanece atrelada à política. Ateísmo à religião. Distribuição de bens e o fim da propriedade privada ainda é atrelada ao sistema financeiro. Tudas são formas de morte como qualquer uma das quimeras que buscam abater. Nada está livre até se libertar da “realidade” definida pela sociedade capitalista e criar a própria realidade.

    “. . . o universo é o lado de dentro sem lado de fora, o som de um olho se abrindo.”

    E assim o olho se abre:

    capítulo 1

    Tiernmas, o décimo terceiro monarca, o descobridor do Ouro (figura solar, the sun of Go[L]d), morto em 1543 (1+5+4+3 = 13) a.e.c. recebeu o crédito por introduzir o trabalho com o metal na região do rio Li[f]fe[y]. Também recebe o crédito pelo processo de tingir roupas, ele desenvolveu uma Hieros Arkho de cores em vestimentas:

    Os sábios, historiadores, aqueles que trabalhavam com leis e reis vestiam seis cores. Os nobres e lideres guerreiros podiam vestir cinco delas. Curandeiros vestiam quatro, chefes do exército três. Soldados e homens livres vestiam duas e escravos apenas uma.

    A realidade era alérgica para alguns, e eles então – utilizando prismas – tiveram a idéia de com uma cor vestirem as 7 cores proibidas mesmo para reis. Nasce a fraternidade Branca.

    Capítulo 2

    Idiotas são atraídos pela luz. Um pai morre e o filho dá novo rumo para os negócios da família. Orgulho transforma o maior dos escravos assumidos da ordem no mais imbecil falastrão, e então aqueles que não buscam status, mas apenas a aniquilação do todo mudam suas vestes, mudam sua alma.

    A apatita rosna e responde: pois um morango não é vermelho, vermelho é o espectro de cor que ele reflete, ele é todas as cores menos a vermelha. A Fraternidade que se gabava de ser portadora da luz se mostra como um macaco que imita tudo ao redor, a luz é repelida por eles, dai seu brilho, não são estrelas, apenas espelhos. Assim surge a Irmandade Negra, aqueles que sabem que as trevas são aquelas que absorvem a luz.

    Capítulo 3

    O Mago Púrpura abriu sua boca e moveu sua língua, e assim falou para eles, e disse:

    A terra se agita, os Céus tremem; as feras da natureza correm em grupos e as nações dos homens se distanciam; vulcões expelem calor enquanto em todo o mundo a água se congela e depois derrete novamente; e então nos outros dias só chove. De fato muitas coisas aconteceram.

    -Lorde Omar Khayaam Ravenhurst, K.S.C.

    “O Livro das Previsões.” O Livro Honesto da Verdade

    Capítulo 6

    Cores são freqüências da luz, os idiotas confundem a garrafa com a água que é vendida dentro. Os escravos quebram as ultimas correntes. Não existe uma caverna, apenas a cegueira. A luz engana a mente fraca, e churrascos com idiotas são irritantes, se despindo das cores deixam de brilhar, de refletir, de manipular. Eles abandonam a realidade da Luz e assim tem início a primeira aula da Escola Invisível.

    prólogo

    Sempre que precisei roubar um carro, preferi roubar um F[n]ord.

    A realidade é termoplástica, você pode reprogramá-la com muito mais facilidade do que aqueles que enxergamos acreditam ser possível.

    Cos the days and nights and the nights are longer
    We’re watching days turn into nights

    Burroughs percebeu uma saída, e em 1951 (19+5-1=23) Joan Vollmer morreu.

    Você já cheirou as roupas, as roupas sexys dela?
    Você chegou a conhecê-la
    Como eu a conheço?
    Você já inverteu os papéis, e abriu mão do controle?

    O único sentido preciso da palavra «natural» é a qualidade de ser «estabelecido, fixo ou estável»; por isso tudo o que é natural exige e supõe qualquer fator inteligente para o tornar tal, Isto é, para o produzir continuamente ou em intervalos determinados, enquanto que tudo o que é sobrenatural ou miraculoso é produzido uma só vez, e de um só golpe. Até Butler sabia disso.

    Dobrar a realidade, descobrir os glitchs e gaps? Viver à margem? Aprenda a atravessar paredes.

    5-7-11-13-17-23 quebrem as regras, roubem o dinheiro deles e o queime, prazer só é prazer quando você não ganha nem orgulho nem culpa por causa dele.

    L.

  18. Gabs disse:

    Apoio completamente a atitude de vocês. Pode ser considerado vandalismo, mas isso nao importa. Acredito que toda forma de luta é valida, e acredito ainda mais que todos os meios de causar revolução foram tornados ilegais, deixando-nos a Democracia Representativa para que o coletivo PENSE que esta no controle, quando a verdade é bem distante disso.

    Que fique claro que nao podemos viver com medo do ilegal. Só ilegalmente nós vamos conseguir conquista um mundo descente.

  19. Guilherme disse:

    eu mesmo venho chutando e quebrando placas desse tipo des de a ultima eleição para prefeito e vereador aqui em Campinas
    ilegal ou não eu acho um grande desrespeito a população
    mesmo que a população seja iguinorante e cega o bastante para nao perceber isso

  20. gutz disse:

    quero isso aqui em salvador!!
    parabens pela iniciativa ;D

  21. Guilherme Neves disse:

    Quais seriam os argumentos que eu usaria,caso algum policial viesse me atrapalhar?

    Sou skatista, antifa,e vivo no rolê pelo centro de são paulo,também gostaria de saber quais as circunstancias em que eu poderia quebrar as placas ex: gramado,praças,esquinas,calçadas.

  22. jose mogica disse:

    Que comecem a destruir tudo, façam protestos, vão para as ruas… ESSAS PLACAS SÃO 0,0001% do que está errado nesse pais, vivemos ainda uma ditadura marcada por REDE GLOBO e IURD se dependerem de mim tamô pronto pro serviço.

  23. JulioL.Rossi disse:

    Beleza que ao quebrar uma, você apenas faz eles gastarem mais verbas para fazer mais placas. Quantos impostos abusivos você tem que pagar para que alguns fdp usem essa verba para se enriquecer e não te oferecer nada em troca?

    Ok que o movimento pode estar fazendo gastarem mais fazendo mais placas e que isso esteja saindo do nosso bolso, ao menos, o dinheiro está sendo bem gasto!

    Você realmente acha que apenas queimando as placas resolveria tudo? Claro que não, é muito ingenuidade achar isso! Mas destruir essas placas, é uma mensagem sendo mandada, nem todo brasileiro é desatento, tire a bunda da cadeira! existe gente como você que também está indignado com a política e entre várias outras mensagens simbólicas.

    Tente conversar com várias pessoas sobre o assunto “mudar o Brasil”, o que você verá em abundância são os EMO HATERS = mimimi eu ODEIO o BRASIL e NÃO POSSO/QUERO o MUDAR.

    Ações dessas que ajudam a tirar parte da população dessa zona de EMO HATER, mostrando que é possível se manifestar, até sendo amparado pela lei. Mas sempre com bom senso.

    ————————————————————————————————————

    Nem todos tem condições de ficar frente a frente no vandativismo, seja por falta de amigos interessados com o movimento, ou ter um carro para fugas estratégicas, ou falta de tempo, mas mesmo assim dá para ajudar da sua forma.

    No meu caso, sou um pouco de tudo, estou fazendo cursinho para tentar entrar na usp. Mas eu já manjo uns tecos de uns programas de edições de imagem e se precisar de alguma imagem para divulgar o evento, estou disposto a ajudar. Xd

    —————————————————————————————————————

    Escrevi demais e mesmo assim acho que devo ter esquecido de algo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s